Formando Campeões

       O Instituto Social Carla Ribeiro é uma entidade beneficente de assistência social (cebas), com registro no Conselho Nacional de Assistência Social, no Conselho da Criança e do Adolescente do DF, no Conselho de Assistência Social do DF, na Vara da Infância e da Juventude, com Título de Utilidade Pública Federal, Título de Utilidade Pública Distrital. O Instituto atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social em regiões de extrema carência.

     O Instituto desenvolve, desde 2005, em parceria com associações comunitárias, escolas públicas, faculdades, universidades, federações esportivas, o Projeto Formando Campeões (FC). O Projeto FC é uma proposta que articula caratê, futebol, aulas de informática, aulas de educação ambiental, oficinas de leitura e cidadania, acompanhamento psicológico, acompanhamento social e reforço alimentar. O FC também proporciona a participação das crianças e adolescentes em competições esportivas, incentivando a busca pela profissionalização, visitas a museus, participação em debates com temas de interesse da comunidade e outros passeios culturais. 

Atividades

As atividades sócio-assistenciais são desenvolvidas todos os dias da semana (de segunda a sexta-feira), com algumas atividades sendo desenvolvidas, eventualmente, nos finais de semana.

Realizou atendimento individual, especialmente nos plantões sociais, e em grupo por meio das OFICINAS DE ETICA E CIDADANIA, baseado na tese de graduação de uma assistente social contratada pelo ISCR, Cláudia Regina, que adaptou uma idéia do programa criado pelo MEC em 2004, que objetiva trazer a responsabilização da comunidade pela comunidade, com uma proposta de protagonismo social, utilizando vários recursos pedagógicos como a pintura e o desenho.

As assistentes sociais do Projeto também realizaram visitas domiciliares às comunidades produzindo um levantamento de dados sociais para traçar um perfil mais completo do grupo atendido. A realização de visitas domiciliares faz parte programação das atividades de acompanhamento social e ocorrem conforme a necessidade e possibilidade. Em 2008, nossas assistentes sociais visitaram 175 famílias para fazer um levantamento social das comunidades da Vila Basevi e Núcleo Rural Lago Oeste.

Realizado de forma individual e em grupo, com vistas a abordar temas da realidade dos jovens e das famílias, com ênfase também na psicologia esportiva. Os recursos utilizados vão da música a desenhos e outras dinâmicas de acordo com o grupo e a faixa etária.
O trabalho feito pela equipe psicossocial, que abrange atendimento individual, em grupo e visitas domiciliares permitiu o estabelecimento de diagnósticos de casos que necessitam de encaminhamento, como por exemplo, a presença de portadores de deficiência que não recebem o Benefício de Prestação Continuada – BPC.

Visam utilizar os valores e disciplina das artes marciais para complementar a formação dos jovens. Foi, portanto, enfatizado o respeito ao próximo, a disciplina, a criatividade e a valorização do indivíduo e das diferenças. Foram ministradas técnicas básicas e intermediárias da modalidade (kata e kumite), utilizando a metodologia aprovadas pela Federação esportiva de acordo com a faixa etária dos jovens atendidos.

Enfatizaram a leitura e a interpretação de textos e jogos educativos para de maneira lúdica despertar os jovens para a busca do conhecimento. Os professores também deram ênfase à Educação Ambiental e utilizaram o TEATRO PEDAGÓGICO que possibilita, entre outras coisas, que as crianças e os jovens interajam com conceitos e desenvolvam a aprendizagem de maneira espontânea e prazerosa.

As aulas de informática foram ministradas objetivando trabalhar nos jovens a coordenação motora e habilitá-los a trabalhar com editor de texto, editor de imagem e Introdução à Internet (conteúdo programático do curso básico de operador de micro). A didática utilizada é adequada a cada faixa etária.

Promove o aprendizado de técnicas de trabalho com materiais recicláveis, buscando desenvolver a criatividade, a coordenação motora, o desenvolvimento da imaginação, a criatividade das crianças e seus familiares, além de contribuir para a melhoria da renda familiar. Hoje são reconhecidas oficialmente pelas suas potencialidades como motor do desenvolvimento a várias escalas, sendo múltiplos e de grande visibilidade os seus impactos, diretos e indiretos. Para além do valor cultural, histórico e patrimonial que lhe é inerente, o artesanato interfere nos tecidos econômicos e social, como fonte de rendimento e de emprego e potencializa o desenvolvimento motor e intelectual das crianças e adolescentes.

Tiveram como foco o ensino das modalidades de Permacultura e de Horticultura de forma lúdica, com vistas a ensinar sobre formas alternativas de plantio e de jardim, que podem ser um bom instrumento para conscientização ecológica e geração de renda para a comunidade.

Objetivaram melhorar a habilidade motora dos jovens, a valorização do trabalho em grupo e o respeito às características e habilidades individuais de cada companheiro. Objetivaram também oportunizar aos jovens a ascensão social por meio do esporte, com a formação de novos atletas ou a formação de novos instrutores. Os trabalhos desenvolvidos são oferecidos de acordo com a faixa etária dos jovens atendidos e o nível de conhecimento corporal.
São passeios culturais, festas comemorativas, sessão de cinema, apresentação de teatros, dinâmicas com a equipe do WWF, participação em torneios, jogos de xadrez, utilização de brinquedoteca (em núcleos que disponham desse recurso), dominós e outros jogos educativos.

Objetivos

Prevenir a ruptura dos vínculos familiares e comunitários e Superação de situações de fragilidade social por meio de várias ações, como:

Resultados

O Projeto FORMANDO CAMPEÕES alcançou ótimos resultados e teve importante papel na melhoria da qualidade de vida e na superação de situações de fragilidade social na Vila Basevi, Núcleo Rural Lago Oeste e Paranoá. Com especial ênfase no aumento da alto-estima dos jovens atendidos. Ressaltem-se ainda os resultados quantitativos a seguir registrados. Ao final do ano de 2005, a aprovação dos beneficiados foi de 97%. A freqüência escolar das crianças e adolescentes atendidos partiu de 60% (desde sua matrícula do Projeto) para 100%. Foram formados mais de 10% de monitores em horticultura e informática. Em 2006, foi constatado que o rendimento escolar dos beneficiados pelo Projeto ISCR/FC aumentou em 68%.

No mesmo ano, o Projeto Formando Campeões formou 10 monitores em horticultura, 5 monitores no caratê, 7 monitores na informática e 8 monitores no futebol. Em 2007, 87% dos jovens foram aprovados; 11% foram reprovados e 2% foram transferidos. Do total de jovens que foram atendidos pelo FC em 2007, 13% se tornaram novos monitores (horticultura, informática, caratê, futebol). Outra novidade do Projeto no ano de 2007 foi o início das aulas de artesanato para as mães dos beneficiados.

Já os resultados esportivos ocorreram nos campeonatos de caratê e de futebol, nos quais 75% dos atletas que participaram de competições conquistaram medalhas e a equipe de futebol, um troféu. Em 2005, a equipe de futebol do Projeto foi finalista no jogo contra a equipe infanto-juvenil do Gama. Em 2007, o Projeto Formando Campeões obteve medalhas em todas as categorias de competição nos torneios de caratê. 

No futebol, a equipe do Projeto foi campeã na disputa contra o time de futebol Império dos Nobres de Sobradinho. Além disso, dois jovens foram aprovados na peneira da Escolinha do Flamengo Futebol Clube.
Em 2008, os resultados das atividades foram impressionantes. 96% dos jovens foram aprovados. 

          Referente os resultados esportivos enviamos um jovem para compor equipe profissional do CLUBE DE FUTEBOL DO ZICO. Cerca de 100 jovens participaram de exame de faixa de graduação no caratê. Ainda em 2008, formamos mais de 10% de jovens monitores e formamos 10 mães bordadeiras que iniciaram venda de trabalhos para feiras especializadas.

        Outra atividade que se destacou nesses anos foram os treinamentos e dinâmicas realizadas com a equipe por psicólogas e outros especialistas e o amplo Levantamento Social realizado por três assistentes sociais do Instituto Social Carla Ribeiro na comunidade da Vila Basevi para conhecer melhor as necessidades, expectativas e consciência política dos moradores dessa região. Todas essas atividades somadas às atividades culturais e eventos com familiares resultaram em evidências de fortalecimento de laços familiares e comunitários, além de relevantes oportunidades de trocas de vivências.

Outros resultados alcançados:

Notícias

O FC oferece ações que valorizam os jovens participantes. Premiar os jovens por quaisquer de suas conquistas é uma rotina.

Parceiros

Contato

© 2021 Formando Campeões – Todos os direitos reservados – Carla Ribeiro